03 abril 2012

Aurora e o Primeiro Raio - 03.04.2012



Aurora é um dos três centros intraterrenos de irradiação energética mais importantes desta época no cone sul (região que abrange América Central e do Sul). Sua localização hoje está em Salto, no Uruguai, e irradia impulsos de transmutação e transformação para todos os reinos da natureza, tendo também se expressado no plano físico com a participação humana. Os outros dois importantes centros estão nos Andes Peruanos e em Córdoba na Argentina.

O primeiro exprime a polaridade feminina do Logos Planetário, polaridade que predominará no novo ciclo da Terra. Entrou em atividade a partir da presente transição planetária, substituindo Shamballa, que expressou a polaridade masculina do planeta. O segundo fornece as chaves para os remanescentes cósmicos na Terra. É a sede do conhecimento iniciático e do despertar da nova espiritualidade. 


Aurora tem a função específica de introduzir no planeta a cura cósmica, auxiliando o homem a integrar-se no mundo em que vive e em outras dimensões, levando-o a ultrapassar os limites da atual raça terrestre. Ao atingir a humanidade, sua irradiação estimula a implantação do equilíbrio e da saúde, o que só é possível com a presença da fé. Assim, utiliza os meios adequados para introduzir o Divino na Terra, expressando o Primeiro Raio, que simboliza a energia da vontade-poder, que é a fé manifesta. Aurora trabalha hoje sob a regência de Mestre Morya, canalizador do Primeiro Raio da Grande Fraternidade Branca.

Algumas regiões da superfície terrestre contém aberturas sutis por meio das quais é possível o contato com essa energia. Algumas vezes torna-se visível o trabalho das referidas energias, quando pessoas percebem o movimento de luzes silenciosas, vindas de outros universos para auxiliar este planeta. É uma das regiões na qual até pouco tempo o trabalho de naves extraterrestres era intenso e facilmente observável. Porém com o tempo, essas aparições foram substituídas por atuações em planos mais internos, visando alcançar a consciência humana por comunicações com seu mundo interior e não mais por manifestações visuais.

Aurora é a base da Operação Resgate (bem como as outras duas citadas), cujas atividades o homem ainda desconhece. Sabe-se que para lá convergem civilizações extraterrestres que se unem à civilização intraterrena, visando auxiliar a transição da Terra segundo o plano evolutivo, estimulando um relacionamento mais harmonioso entre o mundo material e o imaterial. Sob as vestes da beleza e da harmonia, características também do Primeiro Raio, oculta-se um núcleo de vibrações potentes que tem como uma de suas tarefas retirar camadas trevosas da aura da Terra.

Este centro de irradiação é um dos decodificadores dos padrões arquetípicos do planeta. De tal sorte, as Crianças Índigo e Cristal que estão nascendo recebem impulsos estimuladores de Aurora, porque estes seres que chegam à Terra, têm a difícil missão de criar um novo paradigma e consequentemente trazer novos arquétipos à Humanidade Terrestre. A meta do homem em última instância é retornar à sua origem cósmica, e o trabalho de Aurora procura levá-lo à perfeição interior e conseqüente liberação espiritual para alcançar este mundo cósmico.

Eu diria que o padrão emitido pela Hierarquia deste centro é a famosa citação de Hermes Trismegisto no sentido de que o que está em cima é exatamente igual ao que está em baixo. O que faz eclodir a manifestação do plano da matéria de qualquer coisa existente no cosmo é sempre uma energia do Primeiro Raio, que contém uma vibração capaz de criar uma centelha primordial onde antes nada parecia existir. Ao Primeiro Raio, também cabe a tarefa de fechamento de ciclos, pois daí também provém a determinação de dissolver formas e liberar a vida nelas contidas. 

Assim, cabe a esse centro a função de guardião do final de uma etapa evolutiva (e início de outra) do planeta, bem como a tarefa de implantar a cura cósmica na Terra. Os centros e pessoas que trabalham com cura espiritual e física na Terra estão conectadas à Aurora e, por se tratar de um núcleo energético inovador, gerador de novos impulsos para a humanidade, tendem a ser centros universalistas que usam varias técnicas e crenças, gerando assim uma realidade unificadora. Foi me passado pelo plano espiritual, que os seres incumbidos das tarefas de resgate planetário e implantação de uma nova realidade, estiveram aqui encarnados em Atlântida, no Egito, na Revolução Francesa e hoje no Brasil (independente de terem tido outras encarnações). 

É por este motivo que tantos encontros e separações estão se dando neste momento de forma inequívoca e acelerada, como que a unir os músicos de uma orquestra que vai apresentar a Música das Esferas na Terra... Deixo aqui meu carinho, respeito e gratidão por todos vocês que estão engajados na difícil e bela tarefa de trazer a cura para o nosso planeta, seja qual for a religião ou o método utilizado.

Muita Luz. 
Canal: Vera Helena
Enviar um comentário