05 junho 2012

MEDITAÇÃO DE 05.06.2012






Deus pai, Causa primária de todas as criações, e a toda as legiões de luz pedimos que as vossas bênçãos de luz sejam derramadas sobre todos os seres que ainda preambulam na crosta terrestre.

Possam ser-lhe cortadas as provas que sofreram neste planeta terra, bem como suavizar e encurtar as penas que ainda tenham de suportar na Espiritualidade! 

Amados seres de luz que os vem receber e a vós particularmente, seus anjos guardiães, ajudai-os a despojar-se da matéria; dai-lhe a luz e a consciência de si mesmos, a fim de que saiam rapidamente da perturbação inerente à passagem da vida material para a vida espiritual.

Inspirai-lhe o arrependimento das faltas que hajam cometido e o desejo de obter permissão para as reparar, a fim de acelerar o seu avanço rumo à vida eterna bem-aventurada. 

Queridos seres que estais no mundo dos Espíritos aceitai a mão que vos é estendida pois ela vos levará ás vossas moradas futuras e vossas famílias do coração.

Vós já não viveis pelo corpo fisico; viveis na vida do Espírito, vida essa isenta das misérias que afligem a Humanidade.

Já não tendes diante de vós o véu que aos nossos olhos é ocultado os esplendores da vida no Além.

Podeis, doravante, contemplar novas maravilhas, ao passo que nós ainda continuamos mergulhados na densidade de nosso corpo fisico. 

Ireis em plena liberdade, percorrer o espaço e visitar os vários mundos do universo. 

Diante de vós irá desenrolar-se o panorama do Infinito e em face de tanta grandeza, compreenderão o vazio dos nossos desejos terrestres, das nossas ambições mundanas e dos gozos fúteis com que os homens tanto se deleitam. 

A partida deste planeta, para os homens, mais não é do que uma separação material por  alguns instantes. 

Do exílio onde ainda nos reténs a vontade de Deus, bem assim como os deveres que nos compete concluir neste mundo. 

Acompanhar-vos-emos pelo pensamento, até que nos seja permitido juntar-nos a vós, como vós se reunirão aos que vos precederam. 

Não podemos ir onde vocês estão, mas vocês podem vir ter connosco. 

Velai pelos que vos são caros; protegei-os, como puderem; suavizai-lhes os pesares, fazendo-lhes perceber, pelo pensamento, que sois mais ditosos agora e dai-lhes a consoladora certeza de que um dia estareis todos reunidos num mundo melhor. 

Nesse, onde te encontras, devem extinguir-se todos os ressentimentos. 

Que a eles, daqui em diante, sejais inacessíveis, a bem da vossa felicidade futura!

Perdoai, portanto, aos que hajam incorrido em falta para convosco, como eles vos perdoam as que tenhais cometido para com eles.

Que a tua luz brilhe para eles pai amado!

Tirando-os das trevas; abrindo-lhes os olhos e os ouvidos!

Que as divindades espirituais os cerquem e lhes façam ouvir palavras de paz e de esperança! 

Mestre que as tuas bênçãos de luz sejam derramadas sobre os nossos irmãos que acabam de abandonar o planeta Terra! ASSIM SEJA 
NAMASTÊ
Por Matéria Sublime

Copyright © 2012-2013. Por Matéria Sublime e Sementes das Estrelas. Todos os direitos reservados. É dada permissão para copiar e distribuir este material contanto que o conteúdo seja transmitido integralmente e sem alteração, o autor seja creditado, seja distribuído gratuitamente, e esta nota de direitos e o link sejam incluídos. http://www.espiritosublime.blogspot.pt 

Enviar um comentário