27 junho 2012

O QUE ACABA E O QUE SURGE PARA A HUMANIDADE - Carlos Castilho. 27.06.2012




Encontramo-nos em uma fase extremamente aguda de transformações da Terra que alterarão muito em breve todos os paradigmas e estruturas existentes na sociedade, em nível individual e coletivo. Mudanças radicais ocorrerão na política, no mundo dos negócios e das finanças, na tecnologia, na religião, na forma de viver e de se relacionar das pessoas, nos valores e crenças de toda ordem e em todas as outras coisas do mundo conhecido pelos homens. São mudanças profundíssimas e que se materializarão numa velocidade espantosa, de modo que as pessoas verão o mundo virar do avesso em questão de dias. 

O mais interessante é que estas grandes mudanças não são ainda as definitivas, e servem “apenas” para levar a humanidade para um estágio intermediário e mais elevado de consciência planetária e cósmica. Trata-se, na verdade, de uma ponte que ligará a velha forma evolutiva do homem que vigorou até hoje conduzindo-o a um mundo completamente novo e inimaginável. Assim, em curto período de tempo, as pessoas terão de defrontar-se com uma realidade totalmente diversa daquela que estavam acostumados, gerando dúvidas em suas mentes a respeito de tudo que acreditavam até então, forçando, inclusive, a quebra de paradigmas seculares. Há, de fato, necessidade de que ocorra um ajustamento rápido a uma verdade nunca antes revelada. Depois disso, e sem demora, um novo estágio mais surpreendente chega para a Terra sob a forma de mudanças espirituais absolutamente chocantes; porém este é um tema que não será abordado neste momento, pois a intenção agora é a de mostrar o que está prestes a acontecer com a humanidade e que grande parte dela nem imagina o que se avizinha. 

Mudanças Políticas 

As pessoas são governadas há muito tempo, via de regra, por indivíduos de poucos escrúpulos. Os sistemas de governo ao longo dos anos alteraram-se migrando de reinados e monarquias para novas formas de variadas concepções, mas sempre tendo como foco principal o privilégio de uma minoria em detrimento do bem estar da maioria. Os avanços que ocorriam, em nome de supostos benefícios sociais, sempre tinham interesses escusos por trás deles. Hoje a corrupção, a vaidade e o poder grassam sobre a Terra, abarcando desde grandes nações até pequenos lugarejos, de modo que não há como esconder as intenções dos governantes de todos os níveis do poder. O povo percebe e indigna-se com isso, mas não vê perspectivas de mudanças em curto prazo para esta situação, submetendo-se aos caprichos dos poderosos, ora revoltado, ora resignado. 

Apesar da percepção que o povo tem sobre os níveis de abuso dos ocupantes de cargos públicos, o que está revelado para conhecimento geral é ínfimo perto do que realmente acontece nos bastidores do mundo político. Brevemente, no entanto, se abrirão as comportas da informação real deixando estarrecidas as pessoas comuns acerca do que são capazes os homens que ocupam as posições de poder em todos os segmentos da sociedade, lembrando que isso vale não apenas para as autoridades públicas dos chamados poderes executivo, legislativo, judiciário, mas também para outras áreas da sociedade como, por exemplo, das estruturas religiosas, esportivas, da mídia, etc.

Toda esta estrutura podre e contaminada está com os dias contados para ser desmantelada e será substituída por novo modelo exercido por seres humanos insuspeitos e idealistas, com forte sentimento de amor pelos seus semelhantes, pelos animais e pela natureza. Os novos líderes serão absolutamente justos, tendo a si próprios como ponto de partida desta justiça. São pessoas que não desejam e nem almejam a ganância, a adulação e o privilégio, mas tão somente servir a humanidade e a reconstrução planetária. 

Mudanças no Mundo Financeiro e dos Negócios 

Um plano meticuloso foi arquitetado pelos poderosos para manter toda a humanidade refém deles para sempre. Este plano baseia-se na limitação do acesso das pessoas comuns ao bem estar e aos recursos que seriam capazes de levar a felicidade a todos. Até mesmo as pessoas que se supõem abastadas e que não pertencem a esse grupo de poderosos também são personagens do “jogo de manipulação” que tem como principal linha de ação manter toda a humanidade sob uma espécie de escravidão, fundamentada na escassez e na criação de necessidades fúteis. 

O denominador comum de todas as estratégias dos poderosos para manter o controle de 99% da população mundial é o dinheiro. Através do dinheiro toda sorte de ações com produtos e serviços é manipulada pelos detentores do poder central. É amplo o espectro desses produtos e serviços e abarca, por exemplo, armas de guerra, drogas ilícitas, sistemas de saúde, de educação, geração de necessidades inexistentes (consumismo), financiamento de políticos, crédito a juros extorsivos e uma infinidade de outras coisas que ocupam a mente das pessoas, mantendo-as sob forte hipnose coletiva. E o pior de tudo é que o dinheiro tal como o concebemos nem mesmo existe. O dinheiro é, hoje, apenas um conceito virtual e contábil que se reproduz por encanto. 

Os manipuladores do dinheiro, com sua incrível capacidade de controlar tudo o que existe no mundo, são os agentes mais nefastos da humanidade, mantendo os seres humanos sob forte dependência, limitando tudo nas suas vidas.

Todavia, algo inesperado aconteceu no sistema financeiro internacional recentemente, embora a maioria das pessoas não tenha percebido isso. Talvez os poderosos julgassem impossível que ocorresse qualquer coisa que abalasse seu império, mas, ao que tudo indica, este sistema está entrando em colapso rapidamente. Como a arquitetura de sustentação do sistema financeiro não possui base física (tal como acontece na produção de bens, por exemplo), então não será difícil ver ruir toda a estrutura bancária mundial. Basta, por exemplo, que as pessoas que mantém contas nestas instituições percebam que o dinheiro que pensavam possuir não existe e haja uma corrida por estes ativos para que uma quebradeira sem proporções ocorra. Além disso, é enorme o rombo provocado por endividamentos e corrupções, o que torna a situação mais grave ainda, senão caso de polícia.

Além deste lado financeiro há outro que também se configura em manipulação da humanidade. Criou-se o chamado sistema produtivo que procura atender demandas “fabricadas” e incutidas na mente humana. O homem, de repente se viu na necessidade de consumir bens e serviços que há pouco tempo nem existiam, e hoje não pode mais viver sem eles. Os “vendedores” de bens e serviços apropriam-se de recursos naturais como se fossem seus, como por exemplo, da água, das florestas, dos animais, do petróleo, dos minerais, etc. e os vendem a preços exorbitantes para os consumidores. Até mesmo a terra que sempre esteve no mesmo lugar, de repente passa a ser de alguém que a vende para outra pessoa, amealhando riqueza em função disso. E assim acontece com todas as coisas no mundo dos negócios. 

Muitos outros aspectos da sordidez do mundo dos negócios poderiam ser citados, como é o caso, por exemplo, da indústria farmacêutica que teima em não encontrar solução para doenças graves ou crônicas porque a doença que não é erradicada alimenta os lucros dos balanços destas empresas. Pior ainda é a “indústria da guerra” que planta mentiras e o medo no seio da sociedade apenas para aumentar o faturamento com armamentos e materiais bélicos. A lista é longa dos desmandos dos poderosos e não vale a pena entrar em tantos detalhes. 

Todos estes castelos de cartas estão para ruir porque eles têm como pilares a mentira, o engodo, a ilusão e serão denunciados por suas próprias inconsistências jurídicas e morais. Ao cair as primeiras pedras deste dominó, todas as outras se sucederão. Assim, toda quadrilha que se apoderou de tudo que existe no mundo terá de prestar contas dos seus atos e será retirada da posição de poder em que se encontra. 

Irá aflorar, então, a percepção de que há abundância para todos. O planeta Terra é generoso e capaz de fornecer a toda humanidade tudo o que ela necessita para viver bem e feliz. Se as pessoas quiserem ouro, haveria ouro para todas; se as pessoas quiserem alimento, haveria alimento para todas; se as pessoas quiserem abrigo, haveria abrigo para todas. Nada precisaria ser vendido ou comprado, porque na abundância não existe valor de referência para as coisas. O ar que mantém a vida das pessoas é abundante e não é vendido porque ninguém detém a sua posse; e assim pode ser com todas as coisas. 

Dramas Pessoais 

É muito grande, atualmente, o número de pessoas que estão vivenciando dramas e problemas graves que podem se manifestar de múltiplas formas, como por exemplo, em questões profissionais e financeiras, de saúde e principalmente de relacionamento humano. Tudo o que estava pendente nesta e em outras vidas das pessoas precisa ser completamente depurado nesta fase. Além disso, todas as lições que precisam ser aprendidas para preparar o ser humano para a próxima etapa estão vindo de forma concentrada e abrupta porque o tempo é curto para que tudo encontre o seu eixo. É, de fato, o tempo de todos os resgates cármicos e solução das pendências. 

As pessoas estão sendo testadas à exaustão, dando a impressão para muitos que isso é uma espécie de “castigo divino”, porém o ser humano só compreende a dor do próximo completamente quando a sente em si próprio. Todas as duras lições pelas quais estamos passando está nos proporcionando as condições necessárias para passar do mundo da dualidade para o mundo da unidade; para compreender com profundidade o significado do amor incondicional; para ressaltar o valor da paz, da harmonia, da pureza; e, finalmente, para retirar de nosso âmago todos os conceitos enraizados de valoração da vida material em detrimento da dimensão espiritual.

É um estágio doloroso, mas muito rápido. Em breve (muito em breve) o ser humano experimentará nova e surpreendente forma de vida. Questões que atormentam e causam dor às pessoas estarão afastadas para sempre. A vida será cheia de sentido, paz interior e felicidade plena, como nunca antes sentida por qualquer pessoa. 

Mudanças nas Relações Cósmicas 

Foi-nos ocultado pelos governos e outras instituições seculares (como a Igreja) a existência de vida inteligente no Universo e que os seres cósmicos de outros planetas nos visitam desde a antiguidade. Não apenas nos ocultaram isso, como também arquitetaram um sistema de informações que visava incutir medo nas pessoas caso fôssemos contatos por extraterrestres. Hollywood, por exemplo, foi pródiga neste aspecto com seus filmes de “alienígenas”, tais como “Independence Day”, “MIB”, “Predador”, “Aliens, o Resgate”, “Intruders” e outros. O acobertamento se deu principalmente por iniciativa dos governantes e muitas iniciativas tiveram por objetivo ridicularizar a chamada “casuística ufológica”. Junte-se a isso um grande número de céticos brincalhões e irresponsáveis que forjaram filmes e fotos de aparições de OVNIS, tornando a informação sobre extraterrestres mais desacreditada ainda. 

O medo dos extraterrestres incutido nas mentes das pessoas não é de todo absurdo, pois no passado nosso planeta era visitado por entidades alienígenas nada amistosas, conhecidas como greys. Estes seres tinham facilidade de chegar a Terra e, inclusive, de fazer seus experimentos científicos (abduções, relações sexuais com humanos, etc.) porque havia quem abria as “portas” do planeta para eles, em troca de informações tecnológicas. Os greys, de fato, não são escrupulosos, porém são altamente desenvolvidos do ponto de vista tecnológico e mantiveram interlocução com diversas esferas de poder da Terra, em cooperação mútua. 

Todavia, há décadas que estão bloqueados quaisquer contatos de seres obscuros de outros planetas com a Terra, de modo que não há sentido em manter as pessoas com medo sobre isso. A Terra está, de uns tempos para cá, sob forte proteção de qualquer contato prejudicial porque vive um momento de transição sob os auspícios do Plano Divino, previsto para esta época.

Realmente, não há mais qualquer possibilidade de contato com Greys, mas isso não significa que estamos sem perspectivas de outros contatos cósmicos mais produtivos. O que ocorre é exatamente o inverso e a Terra está agora em conexão direta com uma infinidade de Seres Cósmicos, de elevada espiritualidade e tecnologia, que estão muito próximos de nós para auxiliar-nos neste momento, que é o mais delicado de toda a nossa história. 

Estamos na iminência de contato direto com milhões de naves, provenientes de vários planetas e sistemas solares, que aqui estão como nossos irmãos mais velhos e mais sábios, sem quaisquer segundas intenções, para orientar-nos e prestar toda ajuda para retirar-nos do atoleiro que nos enfiamos. O planeta está verdadeiramente depauperado e o tempo todo fomos nós mesmos os agressores da Terra, embora grande parte disso tenha sido feito de forma induzida pelos poderosos que tinham por objetivo o controle total da humanidade. Agora precisamos de uma reforma profunda em todas as áreas da sociedade, porém a ajuda dos Seres do Espaço não deve ser entendida meramente como socorrista como eles mesmos gostam de enfatizar. Trata-se de um trabalho conjunto de soerguimento planetário, com base em novos paradigmas e em novas tecnologias. Estas mudanças ocorrerão nos sistemas políticos, na economia e nas finanças, nos hábitos e costumes, bem como na produção de alimentos, engenharia, transportes, geração de energia e uma infinidade de coisas, mediante transferência de conhecimento dos extraterrestres que estão milhões de anos à nossa frente. 

Com a tecnologia dos seres do espaço será possível introduzir mudanças no planeta que trarão melhorias em todos os campos, como por exemplo, na saúde e longevidade, nas comunicações, nas viagens interplanetárias e em muitas outras coisas ainda impensáveis para o ser humano comum. Também será possível conhecer a verdadeira história da humanidade, bastante distorcida pelos poderosos de todas as épocas em função dos seus interesses escusos, especialmente no campo das crenças religiosas. As pessoas comuns adquirirão novas habilidades e interesses a partir das perspectivas e das soluções apresentadas pelos nossos irmãos do espaço. Dentre muitas mudanças que surgirão de repente, certamente a mais importante será a abolição sumária e completa de todas as formas de medo, porque as pessoas serão felizes, saudáveis e atendidas em todas as suas demandas. Todos terão acesso ao sistema de abundância de todas as coisas, tornando o medo sem sentido e fazendo desaparecer a insegurança, que é a mãe de todos os medos. 

Mudanças nas Religiões 

Já é percebido por muitos que existe manipulação extremada das pessoas por parte dos seres humanos que ocupam cargos de poder nas religiões formais. A distorção da Verdade é imensa e foi criada com o propósito de manter os fiéis reféns das estruturas religiosas, administradas até agora sempre com a intenção de acumular cada vez mais poder e riqueza material para aqueles que estavam na cúpula destas instituições. Todavia, tudo isso deve ruir rapidamente porque os pilares que sustentam tais estruturas gigantescas serão devassados, tornando transparentes as verdadeiras intenções para as quais foram edificados. 

O ser humano poderá compreender Deus e o Plano Divino a partir de novas perspectivas cósmicas. Vai entender, também, qual o grau e a extensão de sua natureza divina. Vai compreender que não há a menor necessidade de interlocutores entre si e a Divindade, pois Deus está dentro do ser humano e no Universo. 

Os dogmas não se sustentarão porque a Verdade será conhecida, dando conta de que muitas concepções foram criadas pelo próprio homem para servir-se dos seus semelhantes, contrariando princípios elementares do amor ao próximo e da natureza Divina de todas as coisas do Universo. 

A forma mais vil de se praticar as religiões reside no fato de que se estabelecem diferenças entre elas e cada uma considera-se maior dos que as outras. Ora, isso contraria o princípio fundamental do amor incondicional que é a maior Lei Divina e também isso vai ser compreendido e assimilado pela humanidade, porém não de imediato por todos. Muitos indivíduos cristalizados nos conceitos que lhes impuseram ainda resistirão aos benefícios que estarão diante de si.

“Fim do Mundo” 

Finalmente, é preciso abordar também uma questão melindrosa e que diz respeito às alterações geológicas pelas quais a Terra irá passar. São mudanças iminentes e necessárias, de ajustamento planetário; porém, nem de longe, se configuram nas dimensões catastróficas que foram apresentadas em muitas profecias. As hecatombes profetizadas eram passíveis de ocorrer, mas estão afastadas por conta da elevação vibratória e do aumento da consciência da humanidade acerca do valor humano, da ecologia, da proteção ao mundo dos animais, etc.


Certas conturbações estão previstas, especialmente na alteração dos níveis do mar com possibilidade de reflexos em áreas litorâneas. Também ajustes ocorrerão por movimentação das placas tectônicas. 

Tais eventos são conhecidos e identificados pelos nossos irmãos do espaço e eles dispõem de condições tecnológicas e de transporte para fazer a transmigração das pessoas para áreas seguras quando isso se fizer necessário. 

As mudanças geológicas pelas quais o planeta irá passar estão bem próximas, mas antes disso tantas coisas irão acontecer na sociedade que os seres humanos terão melhores condições de compreender e enfrentar estas dificuldades que, diga-se se passagem, serão as últimas antes da Ascensão Planetária. Depois disso tudo, um grande e impensável futuro nos aguarda, quando estaremos vivendo a realidade de uma outra dimensão.

titulo original
FIM DOS TEMPOS (2012): O QUE ACABA E O QUE SURGE PARA A HUMANIDADE 
Por Carlos Castilho
Enviar um comentário