25 julho 2012

Conversas com uma Pleiadiana - 25.07.2012




Canal - Olá, bom dia! Sinto a tua presença. Gostaria de falar algo? 

Yania – Sim querido, nós ficamos felizes em o fazer. Como  estás neste dia tão belo em seu planeta? 

Canal - Eu estou bem, obrigado... 

Poderias falar um pouco sobre as prisões que estão acontecer, ou qual seria o papel dos Pleiadianos que  agem diretamente nestas prisões, junto com os militares positivos a serviço da luz? 

Yania - Amado este é um assunto um pouco fora do foco para explicar-lhe neste momento. O motivo da minha presença não é esse neste momento. Existem coisas que estão além das nossas possibilidades... Ou coisas que não temos permissão de falar no momento. Em outro momento falaremos, porque como te falei; o foco não é esse agora. Não fiques chateado por não podermos responder à tua pergunta. 

Queremos que saibas que te amamos e  queremos que fiques sempre bem. Nós apreciamos o teu trabalho e ficamos tão felizes quando vemos um sorriso teu... 

Vamos falar um pouco sobre a tua família das estrelas; bem, sabes no teu interior que tua origem é Capelina (estrela capela que fica na constelação do cocheiro) se bem que muitos dos seres que habitam a Terra hoje são Capelinos, ou provenientes de Capela, o que diz que necessariamente podem não ter a sua origem direta na estrela Capela... 

Um exemplo: Tu mesmo tens a tua origem primaria/primeira em Lyra, e de lá visitas-te outros planetas/estrelas do Cosmos. Tu estives-te em Tau Ceti, Vega, Capela, tives-te uma breve passagem por Júpiter (onde adquiristes muita força de combate) e assumistes a tarefa, Terra. Nós podemos falar que cada um de vocês podem sim saber a sua origem estelar, basta que estejam em meditação e peçam a luz do cosmos para que as energias cristalinas possam chegar até vocês sem a interceptação das energias baixas, e com elas o acesso a determinadas informações que na realidade já estão dentro de vocês. A chamada por essas energias cristalinas seria apenas para “desobstruir” os vossos canais de acesso a esse acervo Galáctico. 


Nós trabalhamos com vocês há muito tempo. Nós temos uma imensa Família de Pleiadianos encarnados na Terra hoje. Uma das mais conhecidas de vocês é a Colleen Thomas. Mas existem outros milhares. Falei da Colleen pelo facto de ser uma pessoa pública. 

Canal- Existem outras figuras públicas que seja de origem Pleidiana? 

Yania - Posso citar a tão conhecida de vocês: Xuxa Meneguel. 

Amado, como falei anteriormente, quando se fala de uma origem, necessariamente um ser pode não ser diretamente um Pleiadiano de origem, mas diríamos que, por exemplo: tu és um Capelino, sentes isso em teu ser, pelo fato de teres trazido no teu interior as lembranças de tua existência (última) em outro planeta, ou diríamos o último planeta que habitastes antes de vir para Terra. O que eu quero falar com isso é que muitos que se digam Capelinos, Sirianos, Pleiadianos, etc... Podem apenas estar a ter uma lembrança de sua última existência em outro mundo, daí acreditam que esse mundo é a sua origem ,quando na realidade a sua origem primária pode ser outra completamente diferente. 

O que queremos falar, querido Gabriel, é que a tua origem real são as estrelas, sem lugar fixo, compreendes? De todos vocês. E quando falamos “Origem Primária” não estamos a falar diretamente das estrelas, ou cosmos. Porque na realidade não existe separação, não existem lugares separados. Essa forma de pensamento se aplica apenas na dualidade. 

Canal - Mas porque estão vários seres, em mensagens, falam de origens... etc...? 

Yania - Simples: Para que fique mais fácil  compreenderem, já que eles (nós) estamos a lidar com seres que ainda estão em terceira densidade, onde a separação é tida como natural e real. Compreende? 

Canal – Sim. Obrigado. 

Yania - Vocês, ou melhor, todos nós estivemos em vários lugares, em vários mundos. Eu hoje vivo nas Plêiades, mas sabe-se lá se depois da minha vida aqui, poderia ir para Terra, ou para Capela?... E eu por ter tido a minha última experiência aqui nas plêiades, poderia sentir a saudade de "minha casa" nas estrelas, entende? Se bem que vocês só sentem saudades porque não sabem, ou não tem abertura suficiente ainda para compreenderem que não há necessidade de tal, pois podereis ir e vir quando quiserem. A saudade é mais uma artimanha da dualidade para tentar manter-vos na ilusão da separação. É um jogo do ego para manter-vos sufocados com a ideia de que algo está longe, ou algo está perdido, ou difícil de alcançar. 

Porque na realidade vocês estão em toda parte. Vocês são a consciência do Cosmos, assim como nós somos parte de vocês. Compreendes? 

Canal - Sim, compreendo. Estou muito feliz com as tuas explicações. Confesso que não esperava uma conversa tão extensa e agradável. Não que tu não sejas agradável, não é isso. Só que eu não esperava... (Risos..) 

Yania – (Risos...) 

Vê bem, o vosso mundo hoje passa por mudanças assim como o nosso sistema passou um dia, e ainda passa, só que não da forma que vocês estão a passar  agora. 

Vocês agora estão a passar por algo significativamente espetacular. Algo de maravilhoso para os olhos da Galáxia. É um acontecimento aguardado há muito tempo e nós ficamos felizes em fazer parte deste grande evento, como expectadores ou até mesmo como auxiliares. Porque como falei, temos membros da nossa Família na Terra. 


Assim como os Sirianos tem os seus, os Veganos, os de Tau Ceti, os de Urano... Posso afirmar-te que existem alguns seres do Sol no meio de vocês, encarnados... 

Mas esses vieram em missão especial, de preparação do vosso mundo para a mudança que virá a seguir. 

Eles são belos e altos, e poderás reconhecer isso, essa magia em seu olhar. 

Assim como podereis reconhecer os Pleiadianos, os Sirianos, e outros. Porque na verdade, vocês tem todo esse acervo dentro de vocês, toda essa biblioteca galáctica que possibilita vocês saberem a origem de cada ser. Podereis mapear e saber precisamente a sua origem, estrela, raça, etc... Vocês têm isso, vocês podem isso. Precisam apenas focar-se no seu interior. 

Gabriel, sinto mas por hoje é só. Espero poder falar contigo outras vezes, senti-me bastante feliz em poder comunicar-me contigo através do teu belo canal. És muito querido por nós, assim como todos que lêem as nossas mensagens. Eu agradeço imensamente a oportunidade. 

Canal – Espera! Eu poderia saber o teu nome? 

Yania - Sim, claro, que deselegância a minha... (Risos...) chamo-me Yania e sou uma Pleiadiana como já sabes. Agora neste momento eu comunico-me contigo telepaticamente. Estou dentro da minha nave. Neste momento piloto um Scoutship, mas já irei para nossa nave de comando maior. Eu faço parte do comando Ashtar, sou uma das responsáveis pelo processo de canalizações dos diversos canais espalhados pelo seu mundo. A minha função é "desobstruir" os canais, “limpar”, “desbloquear”, para que as nossas mensagens possam chegar o mais puro possível para as demais pessoas. Não te ofendas quando eu falo "limpar", é apenas uma forma de falar. Digo isso porque vocês ao longo das vossas vidas adquiriram muitos bloqueios, que por muitas vezes faz com que as nossas mensagens possam ter interferências da vossa mente tridimensional, e chegarem aos leitores com pequenas alterações que, em certos casos, podem levar a uma pequena confusão... 

O meu trabalho contigo de hoje por diante, se me permitires, será esse. Eu vim ao teu encontro a pedido do Comandante Supremo, Ashtar, que viu os teus pensamentos/pedidos e de pronto atendeu e sempre te atende. Fique certo, trabalhas para a luz, e a luz do Cristo. 

Estou contigo, meu querido.

Tem um dia de muita luz. 

Ah, diz a tua amiga que mandei um abraço caloroso... 

Fica bem, 

Fica com Deus. 

Yania 

Canal: Protegido Em amor e luz 

Copyright © 2012-2013. Por Matéria Sublime . Todos os direitos reservados. É dada permissão para copiar e distribuir este material contanto que o conteúdo seja transmitido integralmente e sem alteração, o autor seja creditado, seja distribuído gratuitamente, e esta nota de direitos e o link sejam incluídos. 
Enviar um comentário