03 dezembro 2013

O QUE SÃO OS CHAKRAS - 03/12/2013




Leia também sobre:
OS 49 RAIOS
CHAKRAS - VORTICES DE ENERGIA 

Vejamos mais detalhadamente os sete principais chákras e os mais difundidos:

1 -Chákra da Raiz – Muladhara

O nome em sânscrito significa base, fundamento e suporte.

Localização: O seu cone de energia é vermelho vivo, abre para baixo e fica localizado entre o ânus e os órgãos genitais, na base da coluna vertebral, ao nível das vértebras coccígeas.

Elemento: Terra. Sentido: olfato. Glândula endócrina:  supra renal. Planeta: Saturno, Terra. Alimentos: Proteínas. Corpo sutil: físico. Relação com o corpo físico: pernas, pés, cóccix.

Qualidades Positivas: Traz vitalidade para o corpo físico, segurança ao nível material, saúde física, sensação de pés bem plantados na terra, estabilidade, coragem, individualidade, paciência, sucesso.

Pontos negativos: Insegurança, raiva, tensão, violência; e estando bloqueado atrai a falta de dinheiro, desequilíbrio no trabalho e na família, dores nos ossos e nos dentes, constipações, renite, sinusite, problemas de coluna e renais.

Este chacra relaciona-se com o poder criador da energia sexual. Quando este chacra está enfraquecido, indica distúrbios da sexualidade ou disfunções endócrinas das gônodas. Quando excessivamente energizados, indicam excesso de hormônios, sexualidade exacerbada ou até mesmo a presença de tumores no local.

Muladhara é o centro da circulação energética subtil. Através dele, as energias do planeta penetram no sistema energético subtil e te põem em contato com a energia da Mãe Terra. É a fonte da força vital para os outros centros energéticos.

                         2- Chákra Sexual  – Swadhistana

O nome em sânscrito significa morada do prazer.

Localização: O seu cone de energia é laranja, fica entre o púbis e o umbigo, ao nível da 1ª vértebra lombar.

Elemento: água. Sentido: paladar. Glândula endócrina: as gônodas (ovários e testículos). Planeta: Lua. Alimentos: cítricos e vegetais. Corpo sutil: emocional. Relação com o corpo físico: fígado, pâncreas, baço, rins e bexiga.

Qualidades positivas: força e vitalidade física, bom relacionamento com o corpo, assimilação de novas idéias, desejos, emoções, prazer, tolerância, saúde, associado ao dar e receber, gosto pela vida e todo tipo de prazer físico.

Pontos  negativos: confusão, ciúme, impotência, problemas sexuais e de bexiga.

Este chákra é responsável pela energização geral do organismo. Por ele penetram as energias cósmicas mais sutis que a seguir são distribuídas pelo corpo.


3 - Chákra Umbilical – Manipura

Em sânscrito significa cidade das jóias.

Localização: O seu cone de energia é amarelo, fica na zona da barriga. Elemento: fogo. Sentido: visão. Glândula endócrina: pâncreas. Planeta: Marte. Alimentos: frutos amarelos. Corpo sutil: mental. Relação com o corpo físico: sistema digestivo.

Qualidades Positivas: digestão, emoções e metabolismo, autocontrole, autoridade, humor, poder pessoal, intelecto, racionalidade, vontade, personalidade.

Pontos negativos: medo, ódio, raiva, stress, ansiedade, falta de identidade, abuso de poder, controladores dependentes, e superatividade mental e intelectual; problemas digestivos, problemas de vista, de pele.

Esse chákra, quando bem energizado, indica que a pessoa é voltada para emoções e prazeres imediatos. E quando fraco, sugere carência energética, baixo magnetismo, suscetibilidade emocional e a possibilidade de doenças crônicas.

                              4- Chákra Cardíaco – Anahata

Em sânscrito significa invicto, inviolado. Localização: O seu cone de energia é verde e fica no coração.

Elemento:ar. Sentido: tato. Glândula endócrina: timo. Planeta: Vênus Alimentos: verdes e amargos. Corpo sutil: astral. Relação com o corpo físico: coração, pulmão, sangue, pele.

Qualidades positivas: energiza o sangue e o corpo físico, amor incondicional, compaixão, equilíbrio, harmonia, paz, perdão, compreensão, partilha, sensibilidade. Transcendência da crítica e do julgamento, do preconceito e do pensamento dualístico.

Pontos  negativos: Instabilidade emocional, desequilíbrios, problemas de coração e de circulação, imuno deficiência, doenças do sistema respiratório e circulatório.

O quarto chákra situa-se na direção do coração, e se relaciona com o timo e o coração. Quando ativado, desenvolve todo o potêncial para o amor altruísta, quando enfraquecido indica a necessidade de se libertar de egoísmo.

Sempre que este centro está desequilibrado por falta de energia, começas a encarnar o Solitário. Significa isto que és incapaz de experimentar a verdadeira intimidade e comunhão. Assim, quando alguém se aproxima demasiado do teu núcleo vulnerável, se fecha e começa a sabotar a relação, seja ela de amizade, ou de caráter mais íntimo. Quando experimentas o Solitário, sentes uma sensação de vazio que expressas como hipocrisia, timidez, retração, aridez sentimental, desconfiança, superficialidade e, em última instância, como tendência suicida. Curiosamente, pode até acontecer que gostes de dar, e estejas sempre disponível para os outros. Todavia, porque tens o coração bloqueado, não te sentes ligado à fonte de Amor – aquilo que, no fundo és.

Quando este centro está desequilibrado por excesso de energia, a tua personagem favorita tende a ser o D. Juan. Neste caso, ao contrário da personagem anterior, vives tão desamparado que tens de conquistar a atenção e o afeto dos outros, custe o que custar. É a tua forma de te sentires vivo e com algum sentido de autovalorização. Por isso, não sabes viver sem ser na dependência do Amor e da afeição dos outros. Todavia, quando o coração é verdadeiramente solicitado, se encolhe, se fecha, receando uma possível ofensa, ou rejeição.

5- Chákra Laríngeo – Vishudda

Em sânscrito significa o purificador. Localização: O seu cone de energia é azul e fica na garganta.

Elemento: éter. Sentido: audição. Glândula endócrina: tireóide (paratireóides). Planeta: Mercúrio. Alimentos: frutos e vegetais de coloração azulada (aspargos, uva, jamelão, jabuticaba). Corpo sutil: etérico.

Relação com o corpo físico: nariz, ouvidos, garganta, amídalas e a tireóide.

Qualidades positivas: Som, vibração, comunicação, criatividade, conhecimento, honestidade, integração, lealdade, audição e comunicação espiritual, poder de oratória.

Pontos  negativos: Depressão, ignorância, problemas de comunicação, zumbidos no ouvido, fechamento da pessoa em si mesmo, dificuldade de mudança e sensação de nó na garganta.

O quinto chákra fica na frente da garganta e está ligado à glândula endócrina tireóide. Ele relaciona-se com a capacidade de percepção mais sutil, com o entendimento e com a voz. Quando desenvolvido, de forma geral, indica força de caráter, grande capacidade geral e de discernimento. Em contrário, indica doenças tireoidianas, fraqueza de diversas funções físicas, psíquicas e emocionais.

Se este centro estiver em equilíbrio, encorporas o Comunicador. Quer isto dizer que te expressas com uma voz melodiosa e afável, calma e pausada, harmoniosa e bela. Exprimes, sem qualquer constrangimento, tanto a fraqueza como a força, tanto a alegria como a tristeza, tanto a oralidade como o silêncio.

Sempre que este centro está desequilibrado por falta de energia, começas a encarnar o Tímido. Neste caso, tens muita dificuldade em te exprimires. És retraído, calado, introvertido, talvez gago, e só falas das coisas banais do quotidiano. Quando te atreves a exprimir alguma emoção ou pensamento mais íntimo, não tardas a sentir um nó na garganta que te apaga a voz e encurta a respiração.

Quando este centro está desequilibrado por excesso de energia, dás contigo a ser Tagarela. Optando por esta via, manipulas os outros com discursos e tentas, desesperadamente, atrair a atenção sobre ti, através de um fluxo inesgotável de palavras. Invades o tempo e a disponibilidade das pessoas, sem te preocupares se isso as incomoda.

                                      6- Chákra Frontal – Ajnã
Em sânscrito significa o centro do comando.

Localização: O seu cone de energia é índigo e fica na testa, entre as sobrancelhas.

Elemento: mental Sentido: intuição e percepção extrasensoriais. Glândula endócrina: pituitária
Planeta: Júpiter. Alimentos: frutos e legumes roxos ou azuis. Corpo sutil: corpo crístico.

Relação com o corpo físico: olhos, rosto, sistema nervoso central e equilíbrio físico.

Qualidades positivas: revitaliza o sistema nervoso e a visão, concentração, devoção, intuição, imaginação, sabedoria, espiritualidade, acesso ao eu autêntico, clarividência, clariaudiência.

Pontos negativos: medo, pesadelos, distúrbios do sono, tensão, dores de cabeça, perda de concentração, problemas nas vistas, cinismo, depressão, nervosismo, hipocrisia, esquizofrenia, paranóias, pensamentos rígidos.

O sexto chákra é conhecido como o chákra do terceiro olho. Na tradição hinduísta está ligado à capacidade intuitiva e à percepção sutil. Quando bem desenvolvido, pode indicar um sensitivo de alto grau. Ele enfraquecido aponta para tumores cranianos.

Se o teu chákra frontal está em equilíbrio, encarnas o Intuitivo. Se assim for, és o Eu-espírito encarnado. Possuis a faculdade de abstração mental, a capacidade de visualização e beneficias da compreensão intuitiva.

Sempre que este centro está desequilibrado por falta de energia, começas a ficar muito parecido com o Ignorante. És, portanto, muito distraído, a memória é fraca e vives quase exclusivamente através da razão, da lógica e do intelecto. Por vezes, se queixa de algum tipo de desequilíbrio psíquico. Dado que a tua percepção da verdadeira realidade é praticamente nula, a insegurança decorrente dessa ignorância faz sentir, é claro, imensa apreensão sobre o futuro e a morte.

Quando este centro está desequilibrado por excesso de energia, então encorporas o papel de  Intelectual. Dedicas-te, por conseguinte, quase exclusivamente à veneração da mente concreta inferior e dos seus atributos. És um manipulador da informação, mas um mau gestor dela, porque não sabes transformá-la em conhecimento através da experiência. 


7- Chákra coronário -  Sahashara
Em sânscrito significa o lótus de mil pétalas.

Localização: O seu cone de energia é violeta, fica no topo da cabeça, acima e no centro. Elemento: espaço/éter. Sentido: relação com o plano cósmico. Glândula endócrina: Pineal. Planeta: Urano. Alimentos: frutos e vegetais roxos.
Corpo sutil: causal.

Relação com o corpo físico: cabeça, sistema nervoso central e periférico.

Qualidades positivas: revitaliza o cérebro, percepção além do tempo e do espaço, abre a consciência para o infinito, união com todo o cosmo, sensação de infinidade espiritual, consciência superior.

Pontos negativos: Alienação, confusão, depressão, falta de inspiração, medo do desconhecido, recusa-se a ser guiado pela intuição, rebeldia, enxaquecas, sono alterado, doenças neurológicas, esquizofrenia e esclerose.

O sétimo Chakra é considerado de grande importância entre os chákras, relaciona-se com o padrão energético global da pessoa, é conhecido como o chacra da coroa. É representado por uma flor de lótus de mil pétalas. Através dele, recebemos a luz divina.

Se o teu chÁKra coronal está em equilíbrio, encarnas o Mestre, o símbolo da maestria espiritual, porque reconheceu finalmente que não existe qualquer separação entre o seu Eu-espírito, o representante de Deus, e a vida exterior.

Sempre que este centro está desequilibrado por falta de energia, és conhecido como o Desorientado. Neste caso, não sabes o que fazer da vida, porque a tua existência decorre separada da plenitude de Deus. Esta situação impede-te, evidentemente, de te libertares totalmente do medo.

Quando este centro está desequilibrado por excesso de energia, passas a vida a ser como o Arrogante - o estágio superior do Intelectual. Aqui, parece não haver remédio para a prepotência dos teus valores pequenos e mesquinhos, da limitação doentia da tua mente estagnada, enfim, da tua ignorância, pois a mente que acredita ter uma vontade capaz de se opor à Vontade de Deus, acredita igualmente que pode ter sucesso.

 Chákras em Desequilíbrio

A energia do chákra se densifica, quando desce para dentro do corpo físico, assim se torna seus pontos de meridianos do corpo. Dessa maneira podemos afirmar que as doenças que afligem a humanidade estão associadas aos desequilíbrios desses chákras. E, sobretudo, está associada à falta de informação que as pessoas têm a respeito de seus corpos. Por isso, freqüentemente, terapeutas e curadores, que trabalham com energia sutil, têm detectado desequilíbrios antes mesmo que esses se manifestem no corpo físico ao senti-los nos chÁKras de seus clientes.

Através do equilíbrio de chákras, desequilíbrios no corpo físico e em outros corpos vão desaparecendo, isso acontece porque existe um laço de regeneração ocorrendo com essas energias, visto que o corpo físico forma interface com a energia adjacente dos chacras e vice e versa.

A maior parte do tempo o desequilíbrio se manifestará primeiramente no chacra e posteriormente no corpo físico, daí porque os terapeutas que trabalham com terapias de diagnose energética, percebem as doenças, antes que elas se manifestem como sintoma físico.
                       Os Novos Chákras

Atuam em nós hoje, além das sete amplamente conhecidas, novas freqüências energéticas, as quais estão já em nós fixadas, que têm por finalidade mesclar os nossos padrões elétricos e os do nosso Planeta.

A queda evolutiva que sofremos no decorrer dos últimos milhares de anos, bloqueou diversos de nossos sistemas elétricos, fechando assim temporariamente diversos canais de comunicação entre os nossos chacras, isolando os nossos conhecimentos internos, as nossas lembranças e, reduzindo o poder de Nossa Divindade que se encontra temporariamente presa a esse corpo físico. Agora com a reabertura desses novos chacras, a atuação dessa nova configuração dos nervos cerebrais, localizados na nossa Glândula Pituitária, despertará em cada um de nós, infinitos códigos de informação adormecidos e trará à luz muitas das nossas facetas que ainda encontram-se ocultas.

Nosso planeta está hoje sendo alinhado a outros planetas da galáxia em que nos encontramos, transformando-se numa estrela de quinta dimensão. Na medida em que nos alimentemos de amor, mas falo aqui do puro amor fraterno, aquele que respeita as diferenças, essa transição fará com que em breve possamos realinhar nossa energia a energia planetária que, aliás, um dia já existiu e foi por nós mesmos desligada em função da queda consciencial a que nos submetemos, por nossa livre e espontânea vontade.

Somos sabedores que as nossas emoções se entrosam nos tecidos ao redor dos centros emocionais, causando assim bloqueios energéticos destrutivos. O sangue ao fluir por esses tecidos, transmite uma pulsação luminosa de freqüência muito alta, que ajuda a desfazer estes bloqueios. Sendo assim, na medida em que nos esmeremos através do exercício do amor, nessa nova conexão junto ao nosso chacra cardíaco, os atuais bloqueios celulares, causadores de inúmeras doenças, deixarão de existir. Então, o sangue atenderá as necessidades do corpo em condições mais elevadas, pois estará canalizando até as células energéticas divinas.

Apenas aqueles que se dispuserem a profundas reformas comportamentais, limpando e purificando seus corpos densos, melhorando a qualidade daquilo que comem, do que bebem, do que ouvem, do que vêem e respiram, que é o que de fato resultará em grandes mudanças em suas vidas.

Passando então aos novos chákras, alguns deles ficam fora do corpo físico, acima da cabeça a aproximadamente 1 metro e meio. Esses chacras possuem formas de energias necessárias para acessar estruturas interdimensionais. Eles favorecem a conexão com capacidades criativas, ainda inconscientes. Possuem forte ligação com o corpo de Luz Divina e é através deles, que nos é possível densificar a energia de pura Luz Divina e canalizá-la para os nossos corpos sutis. Eles existem, apesar de invisíveis e inacessíveis pelos sentidos tridimensionais. Conforme se eleva o padrão vibratório, é possível percebê-los, senti-los e interagir com eles.

Os cinco chákras superiores

8° Chákra - Cálice – Energia: Inter-relacionamento de Universos

É o nosso corpo Morontial, que está em muitos de nós sendo reativado. Sua cor é verde esmeralda e púrpura. É a sede da alma e o 1º chákra da 4º dimensão.

 Localiza-se aproximadamente 20 cm acima da cabeça na direção da coluna. Ele filtra e purifica as energias cósmicas dos 12 Raios, regulando-as e permeando-as para o uso nos campos energéticos humanos. Seu elemento é Graal e funciona como um receptor de energias. É o responsável pela expressão da sabedoria superior e formador da essência humana.

Relaciona-se com o corpo Energia. Ajuda a tornar-se uno com o planeta e com o cosmos. Traz a consciência de outras dimensões e reinos da natureza, como o reino elemental e expressões não físicas do eu.

9° Chákra - Chispa – Essência: Onipresença
Sua cor é verde e azul
.

Relaciona-se com todo corpo de luz, penetrando na estrutura celular, sub-célula Alegria. Localiza-se aproximadamente a 50 cm acima da cabeça.

Seu elemento é “I AM” - “Eu Sou”.

Sua função é de irradiar o Amor Universal.
Seu símbolo é uma estrela de 6 pontas, contendo em essência, todas as qualidades dos 12 Raios Sagrados.
Gera infinitas imagens criadas magneticamente em outras dimensões.

10° Chákra – Plexo Logos – Cosmos: Transfiguração, Sua cor é madrepérola.

Localiza-se aproximadamente a 70 cm acima da cabeça.

 Seu elemento é Vida. Sua função é propiciar a entrada segura da Luz Divina nos planos mais densos da manifestação. Sua função é trazer a mônada, ou seja, a Luz das dimensões superiores para os planos de energia mais densos. Faz a perfeição das polaridades masculina e feminina.

Relaciona-se com o corpo Cosmos. Sua energia penetra nas idéias criativas do Cosmos e na matéria do planeta. Nesta freqüência é possível criar idéias novas e inventivas, com base em novas combinações da matéria para a realidade pessoal.



11° Chákra - Superior – Mônada: Onisciência – O nível da nossa alma grupal.

Sua cor é o laranja-rosado. Localiza-se aproximadamente a 90 cm acima da cabeça.

Seu elemento é Eu Superior ou mônada.

Sua função é ancorar a própria Luz Divina nas proximidades dos campos de força do corpo humano. Alinha todas as dimensões dos 4 corpos inferiores. Supera o trauma. Liga o corpo de luz do ser humano com a  consciência cósmica. Essa pura Luz possui todas as qualidades Divinas e irradia um de seus Raios de Luz para o ser humano.

Relaciona-se com o corpo Luz e está associado com a criação do Universo e o pensamento criativo, combinado com a matéria física.

12° Chákra - Fusão – Eterno: Libertação - O nível crístico e do nosso Eu Superior.

Sua cor é o dourado cintilante. Localiza-se a aproximadamente um metro e meio acima da cabeça. Seu elemento é o Cosmo. Representa a consciência cósmica. Capta energias cósmicas, mais sutis. É transformativa, que transforma todas as formas e energias do corpo humano.
Enviar um comentário